terça-feira, 28 de outubro de 2008

Into de Wild - Na Natureza Selvagem


Divulgação do filme e CD trilha sonora de Eddie Vedder.

REFEIÇÃO CULTURAL 14



Ainda estou digerindo a história de Chris McCandless, jovem que largou tudo e saiu em busca de sua felicidade. E que nos deixou uma mensagem reveladora do que poderia ser a tão sonhada e procurada felicidade.

Cismando a respeito, fico revendo a mim mesmo ao longo de minha longa jornada pessoal em busca de algo que não encontrei ainda, ou que não compreendi em todas as vezes em que talvez o tenha encontrado. Não sei bem se este algo é a PAZ ou a FELICIDADE.

Eu não gosto de ser infeliz. É evidente.

Happiness only real when shared...


Essa pode ser a chave de minha incompreensão. De minha falta de percepção. Falta de sabedoria.

Por que sou tão infeliz? O que é a felicidade?

Será que já fui feliz e não soube? Não senti?

Assistindo aos flashbacks de minha existência, e partindo da percepção de McCandless preciso concordar que já fui feliz. Já senti a felicidade várias vezes. Já chorei de felicidade várias vezes em vários momentos de minha vida.

Das lembranças que tive desses flashs, não estava sozinho em nenhuma delas. Em nenhuma delas. Ou se estava, foram momentos em que alcancei objetivos, em que exigi de mim muito esforço físico ou intelectual ou de força de vontade. Por exemplo: uma chegada andada ou corrida (pois que ando e corro); um concurso passado (aprovação no BB e Fuvest).

Mas vendo a felicidade sentida ao longo desses anos, nesses flashs longínquos de minha vida, percebo que realmente ela foi partilhada, compartilhada.

Talvez seja este o sentido de tão desesperada busca que faço através dos livros, da música, dos filmes, da imagem na arte. EU BUSCO A REVELAÇÃO, O PORQUÊ.

Nos últimos tempos, tenho buscado nos bons livros, nas percepções cotidianas ao nosso redor, encontrar os porquês, os sentidos.

Enquanto respiro, enquanto como, busco...

Enquanto enxergo, tento ver, para então reparar...

Nenhum comentário: