terça-feira, 18 de novembro de 2008

Morfemas

MORFEMAS são unidades significativas mínimas.

Ex: 'ruas' = 'rua' + '-s'

Os morfemas podem ser livres ou presos:

LIVRES - figuram sozinhos como vocábulos. Ex: 'rua'
PRESOS - não se encontram isolados e com autonomia vocabular. Ex: morfema de plural 's'

Quanto à natureza, podem ser:

LEXICAIS - significação externa: relação com o mundo extralingüístico. É uma classe aberta, infinita. Ex: porta; ódio; curupira.

GRAMATICAIS - significação interna, pois deriva das relações e categorias levadas em conta pela língua. É uma classe fechada. É finito e restrito no idioma.
Ex: artigos, preposições, vogais temáticas, marca de plural '-s'.

Bibliografia:

CUNHA, Celso & CINTRA, Lindley. A nova gramática do português contemporâneo. 3a edição revista. Ed. Nova Fronteira, 2001, RJ.

Nenhum comentário: