segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Correndo... e enquanto isso, procurando caminhos


São Silvestre 2009.
Muita coisa acontecendo no mundo. Muita coisa acontecendo no meu país. Muita coisa acontecendo nas nossas vidas... e cada vida é uma vida, e é importante viver e estar vivo. E esse é um mundo grande, e caótico, e bárbaro! E as vidas nele são puras oportunidades a cada instante...

Eu gosto de caminhadas e corridas. É algo que proporciona um diálogo consigo próprio (monólogo interior, só que além de filosófico, de caráter físico). O esforço de superação em qualquer estágio de condição física rumo a um novo estágio de condicionamento vale a pena. Todo mundo deveria experimentar.

Bom, nesta semana que passou, tive um período considerado ideal de treinamento de corrida e condicionamento físico. Consegui emplacar uma sequência de atividades. É evidente que estou longe de atingir uma condição razoável para percorrer os 15 km da São Silvestre no último dia do ano, mas sempre acreditamos em achar uma energia extra quando se trata de alcançar objetivos pessoais em corridas.

Neste domingo, apesar da correria que foi para viajar a trabalho na parte da tarde, consegui correr em 36' um percurso de cerca de 5,5 km com trechos longos de subida.

Na sexta do feriado, também corri 5 km em pista de 500 m em 32'23". Foi uma corrida gostosa.

Na terça, já havia conseguido tempo para correr 3 km no parque pela manhã, antes de sair para o trabalho.

No domingo passado, tive aquele dia especial em que corri junto com meu filho a prova de 7 km da AABB SP. Fiz o percurso em 44'.

Ainda consegui caminhar mais dua vezes na semana.

Ou seja, foi uma semana boa pra mim em termos de buscar um pouco de saúde e condicionamento físico. Preciso fazer isso mais vezes porque ninguém fará isso por mim.


NO HAY CAMINO... PERO, EL CAMINO SE HACE ANDANDO

Estou em Nazaré Paulista (SP) para uma semana de curso de formação da Contraf-CUT.

Quando paro pra pensar o que anda acontecendo na política com a prisão política e linchamento público de líderes do PT na farsa chamada "Mensalão" me dá uma revolta muito grande.

Quando paro pra pensar e lembro que o Governo do PT não fez nada nada nada nada em uma década para regular os meios de comunicação monopolizados no Brasil desde séculos e vendo o quanto poder algumas famílias de capitalistas têm para nos foder... me dá uma revolta muito grande.

Estou fazendo a minha parte como aquela historinha do beija flor apagando incêndio na floresta... mas estou com uma revolta muito grande...

Daria pra se fazer muito mais se o Governo do PT não fosse FROUXO, se o movimento sindical não estivesse sempre dividido disputando poder e máquina sindical... daria pra se fazer muito mais!

Um comentário:

fabiano felix disse...

valeu camarada!