domingo, 26 de janeiro de 2014

Os 10 mais... livros para toda a vida




Refeição Cultural

Os 10 mais... livros para toda a vida

Em uma brincadeira sobre leitura, daquelas em que as pessoas falam sobre os dez isso ou aquilo que levariam para uma ilha, pedi a minha esposa que listasse quais os dez livros em casa que ela escolheria para me levar, caso eu fosse passar algum tempo em um local isolado e fosse ter tempo para leituras e reflexões a partir delas.

A escolha feita por ela é bem interessante. Ela se baseou em livros e ou autores que sabe que gosto, que eu já li ou que tenho vontade de ler, e ficou muito boa e eclética para a idealizada brincadeira de passar um tempo com tempo para as leituras.

É evidente que é uma sacanagem pedir a um amante de filmes, leituras, músicas ou outras formas de cultura, pedir para escolher apenas dez preferidos. Todos nós os temos de montes. Dezenas, centenas...

Segue abaixo a lista dos livros pegos por minha esposa e que seriam levados a mim. Eu estaria muito bem servido!

1-      Don Quijote de La Mancha – Miguel de Cervantes (ESP)

2-      A Montanha Mágica – Thomas Mann (ALE)

3-      Grande Sertão: Veredas – Guimarães Rosa (BRA)

4-      Cien Años de Soledad – Gabriel García Marquez (COL)

5-      Ensaio Sobre a Lucidez – José Saramago (POR)

6-      Guerra e Paz – Leon Tolstoi (RUS)

7-      Vidas Secas – Graciliano Ramos (BRA)

8-      Ulisses – James Joyce (IRL)

9-      A Odisseia – Homero (GRE)

10-   Sentimento do Mundo – Carlos Drummond de Andrade (BRA)

Eu fiz a sacanagem de pedir para alguém que me conhece escolher os livros. A escolha ficou bem legal. O difícil seria agora eu fazer uma lista com apenas dez. Porque eu levaria esses e mais um monte de autores que faltaram... lógico!

Desses dez, só não li o de Tolstoi. Cada livro desses contém ensinamentos sobre a vida, as culturas de seus países, refletem o contexto de seus tempos, bem como são atemporais porque narram situações que valem a todos os humanos, por isso universais.

Dez autores de oito nacionalidades diferentes. A área é literária, porém os temas encontrados nesses livros são multifacetados. Literaturas de qualidade que abordam filosofia, história, psicologia, sociologia, antropologia, amor e ódio, amizade, intolerância, disputa pelo poder, política, filologia e linguagem, e por aí vai...

Dessa lista, temos livros que dialogam um com os outros. O Ulisses com a Odisseia, por exemplo. Todos nos põem em profunda reflexão pela nossa capacidade de fazer guerras, de nos matarmos ao longo dos séculos. Enquanto buscamos a paz, fazemos a guerra.

E a linguagem contida neles, com suas mais variadas formas e técnicas, então? Ali temos o mundo. Ali temos as mais diversas experiências literárias, de linguagem e gênero. Ali perpassamos uns três mil anos de dramas humanos.

Olha, com o respeito aos demais cinquenta ou cem autores que faltaram, esses dez livros aí têm a capacidade de fazer qualquer leitor aberto ao conhecimento, à reflexão e às mudanças, avançar muito enquanto ser humano.

É isso!


Vamos lê-los ou relê-los?

Nenhum comentário: