quinta-feira, 1 de maio de 2014

Corrida do 1º de Maio - VI Desafio do Trabalhador



Olha minha medalhinha da corrida dos trabalhadores em Osasco.

Refeição Cultural

Depois de três dias trabalhando em Brasília (DF), cheguei tarde ontem à minha querida cidade de Osasco (SP) e, hoje bem cedinho, levantei-me para fazer uma coisa muito prazerosa: participar da corrida do trabalhador em homenagem ao 1º de Maio.

A corrida é promovida pela Prefeitura Municipal de Osasco em parceria com o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região, que inscreve 700 bancários sindicalizados. A prova contou com a participação de mais de dois mil corredores e caminhantes. Ela tem um percurso completamente plano, agradável e não teve nenhum problema de organização, não faltou água e correu tudo bem.

Corri 8 k em 50 minutos e para a minha condição física atual, fiquei muito feliz com a minha performance. Tenho tido muita dificuldade de rotina de treinamento em corrida já faz tempo, porque nosso mandato sindical é sempre de viagens. Adotei a alternativa - não ideal - de correr aos finais de semana um longa (longa pra mim). Fui fazendo isso nas últimas semanas, mesmo durante aquele período em que viajei de segunda a sexta pelo país em campanha pelas eleições da Cassi.

O treinamento que adotei deu certo porque nas últimas semanas acabei correndo entre 30 a 70 minutos, num ritmo de 7 minutos o Km e meu corpo foi suportando o aumento de percurso aos poucos. Na prova de hoje fiz o Km em 6'15". Olha, estou muito feliz com isso!


Não fui para as atividades da CUT em homenagem e reflexão sobre o 1º de Maio. Primeiro, porque o esforço físico e a concentração que fiz não me permitiria muitas horas fora de casa; segundo, porque sempre faço uma opção no movimento de luta que participo de estar com a família os poucos minutos em que tenho possibilidade, já que não é fácil levar uma vida de grande ausência em casa. 

O pessoal mais próximo já sabe que, em geral, eu opto por estar com a família em casa ao invés de participar das atividades mais sociais (festas, confraternizações, cervejadas etc). Explico, minha família não é do movimento e ir sozinho é ter menos tempo ainda com ela.


1º de Maio - Dia d@s Trabalhadores


Atividade do 1º de Maio da CUT e demais
centrais no Vale do Anhangabaú SP.
Foto: Vitor Nuzzi, da RBA.

Faço rápido comentário porque há excelentes textos nos sites progressistas como Carta Maior, Carta Capital, CUT, Rede Brasil Atual, dentre outros sites com o viés da classe trabalhadora, e com ponto de vista diferente da lavagem cerebral e da palhaçada que são os veículos de comunicação do P.I.G. das famílias midiáticas bilionárias do país (Marinho/Globos, Civita/Abril, Frias/Grupo Folha, Mesquitas/Estadão e porcarias do gênero) que fazem a vez de oposição partidária ao governo do PT já que os partidos de oposição são totalmente incompetentes e não têm programa algum ou não têm coragem de dizer que o programa deles é foder a classe trabalhadora e o povão (Desculpem, mas não tem palavra mais clara).

O 1º de Maio no mundo foi de luta e de reflexão do momento mundial de crise no emprego, nos direitos sociais para a classe trabalhadora e nos valores da democracia, da liberdade e da igualdade. Há um desemprego em massa nos países do mundo. No Brasil governado pelo Partido dos Trabalhadores não há...

Engraçado né! Existem problemas verdadeiros em nosso país como crise na segurança pública (que é responsabilidade principal dos Estados); temos o eterno problema em melhorar a saúde pública através do SUS - que é um Sistema Único de Saúde previsto na Constituição Federal de 1988 e que prevê atenção integral à saúde para a população. No entanto, o SUS tem muitos problemas porque os liberais vivem tirando ou desviando recursos deste setor para pagar juros aos rentistas (MAS não existe saúde pública gratuita por exemplo nos EUA e os capitalistas estão destruindo a que existe na Europa, em nome dos rentistas).

Bom, como disse no início, tem bons artigos nos sites progressistas para reflexão política sobre o 1º de Maio de 2014 no Brasil - governado nos últimos 12 anos pelo governo democrático e popular de coalizão liderado pelo PT - e o 1º de Maio no mundo, onde se esfacelam os direitos sociais e o emprego, principal fonte de cidadania e direitos sociais da classe trabalhadora.

Falo isso porque este é um ano de eleições em outubro e não há ninguém nem nada isento, neutro, imparcial ou bobagem parecida. Tudo são interesses e eu espero que vocês tenham posição política e participem porque já tenho visto conhecidos, leitores, colegas representados por mim e amigos dizendo que "estão de saco cheio de toda a nojeira da política e que vão votar nulo"... É tudo o que a direita e os rentistas querem... gente bem despolitizada, ou politizada mas muito frustrada, e a juventude e as novas classes B, C, D e E "não participando" da política!

É importante que aqueles e aquelas que têm mais de 30 anos falem aos mais jovens o que é viver num país sem emprego e sem perspectivas como era aquele que nós da casa dos 40 anos ou mais vivemos nos anos 90, 80 e 70. País que na época estava sob as administrações golpistas dos militares (com a elite) nos anos oitenta e setenta e estava sob administração dos partidos hoje claramente de direita PSDB, DEM, PPS da atual oposição ao governo federal sob administração do Partido dos Trabalhadores entre 2003/14. Inclusive parte do PMDB que é partido aliado ao projeto atual está sempre com a oposição.

Já disse algumas vezes, tenho muitas críticas à pusilanimidade do PT em não enfrentar com mais firmeza essa corja do P.I.G. - Partido da Imprensa Golpista - e dos rentistas, mas eu não sou alienado politicamente para não saber a diferença dos DOIS projetos que estarão em jogo nas eleições 2014. A oposição está defendendo redução de salários, corte nos empregos, privatizar e desfazer o Estado Nacional novamente (o que sobrou dos anos 90 e que foi revigorado nestes 12 anos de PT) e coisas do gênero... Fala sério!

Quem são os pulhas da oposição e do P.I.G. para falar da Petrobras que já estaria privatizada em mais um crime de lesa pátria como foi a doação da Vale, das elétricas, da Embraer etc. Quem são esses pulhas?

É isso!

Nenhum comentário: