segunda-feira, 6 de julho de 2015

Fim de semana focado em minha sanidade



Leituras de um fim de semana em busca de alimento cultural


Refeição Cultural

Já estamos na madrugadinha da segunda-feira, 6 de julho. Quando cheguei sexta-feira do trabalho, estava bem esgotado.

Neste fim de semana, procurei dormir um pouco mais, li muito, corri, fiquei em casa com a família, falei com meus pais por telefone, assisti a coisas boas como "Planeta Terra" e um pouco da minissérie dos anos oitenta "Grande Sertão: Veredas".

Eu precisava me desligar um pouco de meu trabalho na Cassi, onde sou gestor eleito pelos trabalhadores e tenho jornada de trabalho intensa. 


Corridas e preparação para fazer longa caminhada em agosto

Neste domingo à tarde, saí para correr em Brasília com uma temperatura quente (26 graus) e pouca umidade no ar. A corrida foi bem difícil e exigiu grande esforço respiratório. Mas gosto de testar meus limites. Corri 35' e estarei preparado para fazer minha caminhada de 75 km em agosto lá em MG.


Leituras para alimentar a mente, o caráter e a cultura

Neste fim de semana dei a mim o direito de esquecer um pouco o cenário político e o meu trabalho e procurei fortalecer minha sanidade lendo coisas maravilhosas.

Retomei a leitura de Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosas. Parei a leitura faltado pouco mais de cem páginas. Li cinquenta páginas hoje. A leitura atenta de literatura com linguagem tão especial nos faz abrir o cérebro e alimentá-lo positivamente. Como fiz Faculdade de Letras tenho ao menos consciência do grande poder de aumento da capacidade intelectual que a leitura permite aos seres humanos.

Reli e melhorei minhas postagens sobre a importante obra Formação Econômica do Brasil, de Celso Furtado. Novamente, a linguagem é diferente da anterior. Como o próprio Furtado diz no prefácio, é um ensaio e conjuga história, economia e cultura brasileira.

De quebra, reli umas oitenta páginas da grandiosa obra de Luís de Camões - Os Lusíadas. Que coisa fantástica e que linguagem completamente diferente das duas anteriores. Ganho eu e ganha meu cérebro ao ser cutucado de forma bem melhor que ficar navegando em redes sociais (na minha opinião).

Por fim, reli um pouco dos episódios de um livro que tenho sobre a série Arquivo X - The truth is out there, the official guide to The X Files, dos anos noventa. Para descontrair em algumas noites, tenho revisto episódios quando chego do trabalho. Aproveitei e revi meu inglês, novamente linguagem diferente que cutuca meu cérebro a buscar em suas conexões o que já aprendeu.


Planeta Terra

Por fim, tenho terminado os domingos assistindo ao programa Planeta Terra. A cada semana, após os episódios, fico pensando nos seres humanos, nos animais e plantas, neste nosso Planeta e no que estamos fazendo conosco e com ele...

Nós temos como viver melhor entre nós humanos e na relação de convivência humanos e meio ambiente. Só temos que deixar de ser egoístas, ignorantes, intolerantes e sermos mais solidários, gregários e conscientes do quanto somos frágeis enquanto seres no Universo.

Refleti muito.

Nenhum comentário: