sábado, 20 de agosto de 2016

E o Grande Irmão venceu e vivo sob os olhares das teletelas





Refeição Cultural indigesta

Noite quente de sábado em Brasília, em um país sob Golpe de Estado.

Sentimentos estranhos, não felizes, em minha cabeça. Ou no coração, como se diz de forma romântica.

Durante a rotina do trabalho, visto meu personagem e saio para a rua, para o mundo, cumprindo fielmente minha missão como gestor eleito de saúde em entidade de trabalhador. Meu personagem é inquebrável e a peça não pode parar. Tudo conspira para que eu não faça o que tenho que fazer. Eu luto e busco energia todos os dias e já uso minha remuneração para trabalhar. Até o fim, vou fazer o que tem que ser feito.

Quando saio do palco, as luzes se apagam e a próxima sessão será daqui a dois dias, quase que desmorono nos bastidores. Passo um tempinho lembrando do mundo real, um mundo em desmoronamento. Meu país sob Golpe de Estado, o fim da ética e do caráter, e a total inversão dos valores. Os vilões pautando as versões oficiais dos vencedores sob nós vencidos.




As Olimpíadas no Brasil acabam neste domingo. Desde o dia que começaram numa certa sexta-feira, eu não acompanhei nem tomei conhecimento de nada, não vi nada, não torci, desconheci a respeito (e eu sempre fui apaixonado por esportes e pelas Olimpíadas). 

Quem trouxe esta edição para o nosso país foi Lula da Silva, quem incentivou e financiou a condição de treinamento de mais de 70% dos atletas pobres e não pobres foi o governo Dilma, enfim, os responsáveis por estas Olimpíadas, assim como a Copa do Mundo de Futebol, foram Lula, Dilma e o Partido dos Trabalhadores. E também foram responsáveis por todos os programas sociais e econômicos construídos em mais de 10 anos e que estão sendo destruídos em 100 dias pelos golpistas.

No entanto, Dilma e Lula e o PT estão sofrendo um massacre fascista, desumano, vil e canalha. E quem está transmitindo as Olimpíadas no Brasil? Os golpistas, a Globo, os outros canais, os veículos do Partido da Imprensa Golpista (P.I.G.).

Eu me sinto como o personagem Winston Smith ao final da ficção 1984, de George Orwell, após a tortura e a aceitação de que o mundo, aquele mundo do Grande Irmão, é o que deve ser mesmo. Eu não consigo ficar sem ouvir as teletelas dos golpistas em nenhum lugar, em nenhum canto deste meu mundo 1984.

Essa mesma camarilha de golpistas aplicou o golpe de 1964 e o povo brasileiro gastou gerações para voltar à liberdade e ao direito em experimentar um pouco de soberania. Não foram só 21 anos como os mais apressados calculam o tempo da ditadura iniciada em 1964. O Grande Irmão Globo e demais golpistas atuais - P.I.G, Fiesp, políticos dos partidos do golpe - mantiveram a ditadura iniciada em 1964 por mais vários anos, decidindo as eleições de 1989, 1994 e 1998. A vítima das teletelas da época: Lula e o PT.


E o Grande Irmão Globo e seus pares venceram...

Eu tenho 47 anos e sinto um peso destruidor sobre meus ombros ao ver, ler e ouvir as teletelas e panfletos e fontes do P.I.G. sendo replicados em sites, mídias sociais, nos locais onde me alimento, onde trabalho, na casa de meus familiares e amigos e funcionários e representados. Se a história iniciada em 1964 se repetir, será muito triste minha vida aos cinquenta, aos sessenta, quiça aos setenta...

Neste momento, neste sábado, no meu país, mesmo com o brazil do golpe tendo conseguido bons resultados no quadro de medalhas com os atletas financiados pelos governos do PT com o bolsa-atleta, mas com as coisas sendo contadas pelas teletelas do Grande Irmão e asseclas... eu me sinto Winston Smith.

Não aguento mais a tortura das máquinas do Grande Irmão...

Por fim, nestes dias de transmissão de Olimpíadas pelas teletelas, vi filmes e li livros de José J. Veiga como o que acabei agora, Sombras dos reis barbudos (1972), e vi Mad Max I (1979) durante a final de futebol masculino, mas é impossível não sofrer com a tortura das teletelas do Grande Irmão Globo.

O que fazer? Aceitar isso pelo tempo de vida que nos resta nas próximas décadas do golpe? (li que a audiência do Grande Irmão cresceu bastante nas últimas semanas por causa das Olimpíadas trazidas por Lula e o PT...)

William Winston Smith

Um comentário:

Miob disse...

Compartilho sentimento parecido. Tristes dias...