sábado, 4 de janeiro de 2014

Férias com corridas, leituras, filmes...


Inspira forte, companheiro William, com energia vamos longe!
São Silvestre 2013.

Refeição Cultural


Estamos nos primeiros cinco dias do ano calendário de 2014. O ano que entrou já marcado por ser o ano da Copa do Mundo de futebol no Brasil. O ano das eleições presidenciais após três mandatos do PT que deram nova fisionomia ao país. Esses dois eventos estarão imbricados de forma indelével até o final do ano. Ninguém na vida social brasileira estará isento ou livre de ver, ler, ouvir, falar sobre tais fatos - sejam eles bons ou ruins de acordo com o gosto da pessoa.

Bom, esta pessoa aqui do Blog Refeitório Cultural passou os primeiros cinco dias deste ano calendário correndo, lendo, estudando um pouco, e mexendo nas coisas em casa. Tentando fazer a vida ser um pouco boa e valer a pena também nos momentos de férias.


Exercitar a tolerância, pois não somos uma ilha

Como não vivemos sozinhos, estou em pleno exercício de tolerância nas horas em que a TV está ligada em casa naqueles canais comerciais do PIG (Partido da Imprensa Golpista), os canais dos poucos empresários bilionários que detêm todos os veículos de imprensa em sistema de propriedade cruzada de forma inconstitucional, ou seja, possuem de forma ilegal rádios, TVs abertas e fechadas, editoras de jornais e revistas etc. Esses veículos de comunicação de massa só têm olhos para falar mal do País e de um partido (PT) e torcer para que tudo dê errado e lutam para ver se ainda conseguem influenciar o povo a votar como eles querem.

Mas apesar desses defeitos de origem secular na jovem sociedade brasileira, que veio de Colônia e Império a ser República, sem mudar a organização de castas nos seus primeiros 500 anos, apesar disso, a vida deve valer a pena e devemos sempre olhar o presente e o futuro sob a ótica de corrigir os defeitos dessa nossa organização social e fazer o Brasil avançar como estamos no caminho nos últimos 11 anos.


Leituras, filmes e esportes

Terminei o segundo volume da epopeia de Érico Veríssimo, O tempo e o vento. Como o filme do Jayme Monjardim é baseado nos dois volumes de O Continente, que já li, não vi problemas em assistir a sua versão recente. Passou esta semana na TV. Tirando a sonoplastia que foi um lixo, porque não se conseguia ouvir a Fernanda Montenegro junto com a música de fundo, as imagens e os momentos escolhidos pelo diretor para narrar a história ficaram boas.

Corri hoje uns 6 km com muitas subidas (uns 2 km) em uns 38 minutos. Foi uma corrida intensa e gostosa. Ontem corri 2,5 km com um ritmo bom. Também estou andando bastante desde o dia seguinte à São Silvestre.

Fui ao cinema assistir a dois filmes nesta semana: Álbum de família (bem deprê) e A vida secreta de Walter Mitty. Bons filmes, apesar que gostei mais do segundo (Mitty).

Estou organizando a papelada e os livros em casa. Como falta espaço, vou fazer um aquário estante, já que meu aquário está vazio desde a morte do meu pangasius Dógão. A companheira em casa odiou a ideia...

É isso... férias em casa.


PS: minha esposa falou que também odiou a foto...

Nenhum comentário: